Bem-Vindo,
Sou Andressa Reis,
Sua Nutricionista




Emagrecimento

Especialista em Sobrepeso e Obesidade grau I II, III.


Nutrição Esportiva

Aumento do desempenho físico, desportivo e evolucional do paciente.


Orientação Nutricional

Atendimento e acompanhamento personalizado de acordo com as necessidades do paciente.


Melhore sua qualidade de vida. Saiba mais


Melhore sua qualidade de vida, venha com a gente!

Emagrecimento

Emagrecimento


Tenha dietas personalizadas, que irão ajudar no controle do seu apetite, disfunções hormonais e consequências metabólicas.


SAIBA MAIS

Orientação Nutricional

Orientação Nutricional


Acompanhamento totalmente personalizado e semanal sobre os hábitos alimentares e as condições de saúde do paciente.


SAIBA MAIS

Exame Bioimpedância

Exame Bioimpedância


Medição do percentual de gordura corporal, peso da massa magra e a água no corpo, indicando o peso ideal para a composição corpórea.


SAIBA MAIS

Mais de 2000 pacientes satisfeitos com os resultados, veja o que eles tem a dizer



Padre

Julio Barbado


“Em nossas vidas nem sempre acertamos, mas errar não é o fim pois temos a capacidade de recomeçar sempre. O tratamento me ajudou a recuperar a alto estima, minha saúde e até melhorar meu caráter."“



Padre

Padre Luis Fabiano


“Depois de descobrir uma esteatose no fígado em estado adiantado, eu precisava mudar radicalmente meus hábitos alimentares, eu produzia muita insulina sem ser diabético e produzia testosterona numa quantidade insuficiente. Orientado pela Dra. Andressa Reis, conseguimos reduzir 53kg em 5 meses! Resultado mais que satisfatório. Todos os exames comprovam o sucesso do tratamento.“



Vanessa


“Amei o resultado Dr.Andressa, essa dieta me fez perder peso e o mais importante gordura, confesso que já fiz várias dietas mas sem sucesso e com essa low-carbo, foi ótimo perdi 5 kilos e estou me sentindo linda, obrigada e sucesso. Beijos“


Dicas da Nutri

Fique por dentro do Blog para acompanhar as novidades!


13/11/2017 20:41 por Fernanda

A ansiedade e o estresse do dia a dia liberam alguns hormônios como o cortisol, este faz com que o organismo não metabolize os alimentos de forma eficiente. Segundo a nutricionista Andressa Reis, um corpo estressado acaba armazenando mais gordura e perdendo mais massa muscular. Dentre as pessoas com crises de compulsão alimentares causadas pela ansiedade e estresse está Marcela Araujo Pereira, que faz dieta desde os 12 anos de idade. A paciente procurou a especialista após diversas tentativas de perder peso. “Algumas vezes obtive muito sucesso, mas nos últimos três anos eu não conseguia emagrecer mesmo com acompanhamento e seguindo corretamente a dieta, com a Dieta dos Reis - método desenvolvido a partir de estudo da NASA, em 2 meses já eliminei 15 quilos”, afirma Marcela.   Além de eliminar peso, a dieta influenciou na autoestima. “Ver as roupas, que não me serviam há anos, ficando largas, foi uma grande motivação para continuar focada, tive muito mais disposição para ir à academia, e isso reflete em tudo. Ganhei saúde e disposição”.

saiba mais
06/11/2017 20:44 por Fernanda

Os hábitos alimentares errados, inclinação genética, estilo de vida sedentário, distúrbios psicológicos, problemas na convivência familiar estão entre os fatores de obesidade na infância. Cerca de 15% das crianças e 8% dos adolescentes sofrem esse problema, e oito em cada dez adolescentes continuam obesos na fase adulta.  Desde os nove anos de idade, Danielle Pereira da Costa, de Barueri – SP sofria com os ponteiros da balança e tentou diversas dietas sem sucesso. Ao conhecer a Dieta dos Reis, já emagreceu 6 quilos e 20 dias e está mais confiante. Devido a sua rotina corrida com dois empregos, a paciente não tinha hábitos saudáveis  e sentia-se cansada e indisposta. “Preciso de energia para aguentar o dia todo, após a dieta comecei me alimentar nos horários certos e de forma correta. Passei a me sentir melhor e bem mais disposta. Houve melhora também nos resultados dos meus exames clínicos”, afirma. Atualmente Daniela conseguiu um espaço em sua agenda e faz academia, caminhadas e sempre que possível dá preferencia a trajetos a pé.

saiba mais
30/10/2017 20:54 por Fernanda

A primeira coisa que as pessoas com sobrepeso e obesidade (I, II e III)  fazem é recorrer aos inibidores de apetite, porém poucas se importam com os riscos causados para a saúde.  Esses tipos de remédios oferecem em sua composição drogas da classe das anfetaminas que além, de riscos de dependências, podem gerar crises de pânico, piora da ansiedade, e, com uso crônico, podem levar à psicose. Mesmo diante da obesidade, Adriana Galvão Ferrazine, preferiu não optar por esses tipos de inibidores, buscou ajuda da nutricionista Andressa Reis, após a consulta e exames a especialista indicou a Dieta dos Reis, método não evasivo que garante perda de 07 a 12 quilos em 21 dias. A paciente já eliminou 40 quilos em 7 meses, está mais ativa e  faz caminhada seis vezes por semana . “Eu tinha muito sono e preguiça, após perder peso  comecei me exercitar, melhorei minha alimentação e  qualidade de vida, até meu paladar melhorou. Indiquei a dieta para minhas amigas e estamos muito felizes com o resultado”, afirma.

saiba mais
23/10/2017 21:04 por Fernanda

As dificuldades em controlar a glicemia e o colesterol alto acontecem principalmente por maus hábitos, estilos de vida desregrados e sedentarismo.  Segundo a nutricionista Andressa Reis, o excesso de açúcar pode provocar a obesidade e a diabetes tipo 2, doença que pode ser evitada com a mudança de habito alimentar e atividades físicas. Durante sua trajetória a especialista tem recebido em seu consultório diversos casos, dentre eles está Rodrigo Bernardes Simões, de Santa Cruz das Palmeiras, SP. Em sua primeira consulta o paciente relatou sua compulsão alimentar, principalmente por doces e falta de disposição, além disso, seus exames estavam todos alterados. Após iniciar a Dieta dos Reis, método inovador desenvolvido a partir de estudos da NASA,  Rodrigo eliminou 17 quilos e faz caminhadas leves, duas ou três vezes na semana. “Antes, eu vivia cansado, tinha necessidade de dormir muito, mas nunca me sentia descansado. Hoje gosto muito mais do meu corpo, durmo menos e minha relação com a comida mudou totalmente. Percebo que não preciso da quantidade de doces e calorias que eu ingeria antes. O que mais me surpreende, é que minha forma de pensar em  comida, mudou muito” destaca Rodrigo.  

saiba mais
18/10/2017 18:55 por Fernanda

Você sabe que precisa emagrecer, mas deixa para começar na segunda, espera mais um pouquinho, dá uma escorregadinha aqui e outra acolá. Nosso  paciente Rubens Eduardo Araújo Mendes, de   Porto Ferreira- SP estava entre essas pessoas que não tinham coragem de encarar uma dieta, mas após conhecer a Dieta dos Reis e emagrecer 15 quilos em 21 dias, percebeu que tudo é questão de disciplina e emprenho. Após eliminar peso, Rubens ganhou mais disposição e autoestima. “Na hora de sair de casa, a pior parte era vestir a roupa, quase não conseguia e me sentia cansado. Além disso, eu sentia muitas dores nas costas, cãibra e dores nos pés. Hoje me sinto muito bem e mais feliz”. O paciente continua em tratamento e ainda precisa eliminar mais 15 quilos, com sua determinação e garra, com certeza chegará a sua meta. “ Indico a Dieta dos Reis, pois é um tratamento muito eficaz e tem contribuído muito para minha saúde e vida social”, completa Rubens.

saiba mais
10/10/2017 21:50 por Fernanda

Obesidade, sedentarismo e má postura estão entre causas do bico-de-papagaio, também denominado osteofitose que atinge a coluna vertebral. A doença é diagnosticada quando ocorre uma calcificação nas cartilagens que envolvem as vértebras e os ligamentos. Isso acontece porque o organismo tenta estabilizar o desgaste apresentado na estrutura. Esse processo provoca dor devido à própria rigidez na região afetada, pois as vertebras vão pressionando os nervos e os músculos.   Dentre essa parcela da população com a doença está Rodrigo Gomes Burim, que pesava 170 quilos e era sedentário. Para reverter o quadro clinico ele precisava perder peso e investir em exercícios físicos, após diversas tentativas conheceu a Dieta dos Reis, nos primeiros 90 dias já eliminou 44 quilos, não sente mais dores na lombar e ganhou disposição. “Convivia com uma dor que começava na hora em que eu acordava até a hora de dormir, Estava bem desanimado, desmotivado e sem perspectiva de mudança. Tinha compulsão por comida, extremamente ansioso, já estava com muitas dificuldades para coisas simples do dia a dia como amarrar o tênis, colocar meia e roupas”, afirma Rodrigo.     O paciente indica a Dieta dos Reis, pois esta é uma aliada para a saúde e garante qualidade de vida e bem-estar. “Atualmente pratico musculação e natação de segunda a sexta e exercício funcional duas vezes por semana. Melhorei minha respiração e estou 100% disposto, após a dieta estou muito mais motivado”, finaliza.    

saiba mais
06/10/2017 10:43 por Fernanda

Você sabia que pessoas acima do peso roncam mais do que aquelas que não têm tanta gordura corpora?  Cerca de 30% dos paulistanos sofrem algum tipo de distúrbio do sono. Dentre os mais comuns está o ronco causado pela obesidade que faz com que tanto o roncador, quanto as outras pessoas que vivem com ele tenham noites mal dormidas. Esses transtornos aconteciam com Luiz Carlos Venecian e seus familiares, até ele conhecer a nutricionista Andressa Reis, e ela indicar a Dieta dos Reis -  técnicas com foco na qualidade de vida e longevidade que apresentam resultados rápidos e significativos em pacientes com sobrepeso e diferentes graus da obesidade. O paciente iniciou o tratamento em maio de 2016 e nos primeiros quatro meses eliminou 34 quilos. “Sentia-me muito mal, meu abdômen era enorme, dificuldade até para calçar meia, uma vez que a barriga fechava a respiração. Não dormia bem, o ronco era fora do comum. Meus familiares estavam preocupados, quando dormia parecia que estava tendo uma parada cardíaca. Tinha muito sono e cansava com facilidade”, afirma Luiz Carlos ao completar que após a dieta tem mais disposição e um sono tranquilo.

saiba mais
25/09/2017 21:23 por Fernanda

A falta de atividade física somada a uma alimentação não-balanceada, é responsável por 54% de mortes por infarto. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, 70% da população mundial é sedentária. Já um estilo de vida saudável e ativo pode ajudar a reduzir o risco de morte em até 40%, além de promover saúde e bem-estar.O paciente Reinaldo Mendes de Assis fazia parte da estatística de pessoas sem controle de horários para se alimentar e que não pratica exercícios. Há 21 dias iniciou a dieta dos Reis e já eliminou 6 quilos e meio. “Antes de emagrecer minha rotina era totalmente desregrada, mudei meus horários da alimentação e atualmente faço 1 hora de caminhada, três vezes por semana”, afirma Reinaldo.Fazer uma dieta não é fácil, mas para aqueles que têm foco e opinião o resultado é certo. “Estou empolgado para definir meu corpo e não quero voltar ao que era antes, já indiquei a dieta aos meus cunhados e acredito que o método da Dra. Andressa Reis é muito eficaz”, finaliza o paciente.

saiba mais
18/09/2017 19:52 por Fernanda

O país que até pouco tempo lutava para combater a fome e a desnutrição, agora precisa conter a obesidade. Mais da metade da população brasileira está obesa, estima-se que a cada cinco brasileiros, um acima do peso.  A mudança dos hábitos alimentares está entre as vilãs desta estatística. Após tentar diversas dietas sem sucesso para mudar essa realidade, o paciente Salvino Vieira Neto procurou a Dra. Andressa Reis e iniciou a Dieta dos Reis. “Temos uma culinária muito rica, bons restaurantes e muitas opções gastronômicas com receitas do mundo todo. Dentre as minhas preferidas estão massas, pães e vinhos, isso dificultava o meu emagrecimento, mas com foco e determinação eliminei 7 quilos em 21 dias e perdi medidas, após iniciar a dieta”, ressalta Salvino. Além da dieta, atualmente ele pratica uma hora de caminhada, três vezes por semana e anda de bicicleta aos finais de semana. “Eu sentia dores nas articulações dos joelhos e tornozelos, após eliminar peso, melhorei esses sintomas e minha disposição”, finaliza.

saiba mais
11/09/2017 18:53 por Fernanda

A autoestima ocupa o primeiro lugar no ranking daqueles que desejam emagrecer, em seguida está a busca por uma vida saudável para melhorar a saúde e bem-estar. A motivação é fundamental para superar os obstáculos e alcançar a linha de chegada do sucesso. Um exemplo de superação é nosso paciente Alex Viterale, após tentar diversas dietas sem êxito, iniciou a Dieta dos Reis em 24 dias já eliminou 8 quilos, conseguiu reduzir o colesterol, glicose e triglicérides. Antes de começar o tratamento ele não tinha disposição, sentia-se fatigado, desanimado e com vergonha de ir a praia e passeios com os familiares e amigos. Após a perda de peso tem mais disposição e a autoestima mais elevada. “Recomendo a Dra. Andressa, pois além de emagrecer, tive a oportunidade de restabelecer minha saúde e elevar a autoestima. Indico não só a dieta, mas o tratamento até a efetiva liberação da especialista. Além da alimentação restritiva nos primeiros meses, ela indica a prática de exercícios físicos e orienta a forma adequada de se alimentar, sendo um tratamento completo, então a busca deve ser constante”, ressalta Alex.A Dieta dos Reis é responsável por tirar um grande número de pessoas da fila da bariátrica transformando sonhos em realidade.

saiba mais
25/08/2017 17:10 por Fernanda

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo máximo de 50 gramas de açúcar por dia. Porém, ainda segundo dados da OMS, os brasileiros consomem 50% a mais de açúcar em relação aos níveis recomendados. O açúcar refinado, ou açúcar branco, como é conhecido popularmente, está presente em quase todas as receitas de doces mais consumidos no país. Mesmo sendo proveniente da cana-de-açúcar, um produto natural que contém muitos nutrientes, com o processo de refinamento para deixa-lo com a aparência branca, o açúcar perde todas as propriedades, fazendo-o com que não tenha nenhum benefício significativo para o organismo. Recebe aditivos químicos em seu processo de industrialização, o que acaba fazendo-o ser um alimento nocivo para a saúde. Os danos mais comuns causados no organismo devido ao consumo em excesso de açúcar refinado são: ganho de peso, diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e câncer. Que o excesso de açúcar não faz bem para a saúde já não é novidade. Mas por que, mesmo com essa informação as pessoas continuam consumindo tanto? Um dos grandes problemas desse alimento é a grande capacidade de vicio que ele possui, somado com o agradável paladar que tem para a maioria das pessoas. A boa notícia é que é possível substituir o uso do açúcar refinado nas receitas por outros alimentos que são menos nocivos para o organismo. Confira uma lista com alternativas: Mel: Rico em vitaminas C, vitamina A, B1, B2, B3, B5 e Biotina, o mel é saboroso e conta com nutrientes essenciais para a saúde do organismo, como proteína e sais minerais. Porém, quem deseja emagrecer deve consumir com moderação pois o alimento é relativamente calórico. Melado de cana:  é um liquido escuro e espesso, subproduto da cana de açúcar. É fonte de ferro, cálcio, magnésio, potássio e vitamina B6. Ajuda no combate da anemia, regula o intestino e fortalece os ossos. É muito flexível e pode ser utilizado em diversas receitas pois não ‘rouba’ os sabores dos outros ingredientes. Açúcar de maçã: contém as propriedades nutricionais da maçã e é simples de fazer em casa. Além dos benefícios da fruta, ajuda a adoçar receitas e alimentos. Receita: corte a fruta e retire as sementes. Em seguida, bata em no liquidificar em pequenas quantidades, adicionando água suficiente para formar um purê. Depois aqueça a mistura na panela a 60ºC para desidratar a fruta e então deixe esfriar. Bata o purê novamente no liquidificar até ele ficar em forma de pó. É uma alternativa saborosa e fácil de fazer. Stevia: é um tipo de adoçante natural que é extraído de uma planta chamada esteviosídeo. O interessante é que tem a capacidade de adoçar até 15 vezes mais do que o açúcar comum. Por não conter calorias, pode ser consumida por diabéticos. É ideal para adoçar bebidas como chás, café e sucos. Açúcar mascavo: é obtido da concentração do caldo-de-cana sem processos químicos. Por conta disso, conserva os nutrientes provenientes da cana de açúcar como o fósforo, cálcio, ferro, sódio, potássio, vitamina B5 E B6, ácido fólico, dentre outros. Açúcar demerara orgânico: para a obtenção do tipo demerara o açúcar passa por um refinamento mais leve e não recebe aditivos químicos como o açúcar branco. Preserva alguns benefícios nutricionais da cana de açúcar como a vitamina B1, B2, B6, cálcio, magnésio, fósforo e potássio. O sabor é muito próximo do açúcar refinado, porém contém menos calorias, sendo ideal para o preparo de receitas.  Elimine o açúcar refinado na sua dieta e promova mais saúde para você e para a sua família.

saiba mais
21/08/2017 14:29 por Fernanda

Você sabia que além de emagrecer, o chá verde também traz muitos outros benefícios a saúde? Segundo um estudo publicado no European Journal Of Clinical Nutrition, feito pelo Instituto Nazionale dela Nutrizione de Roma, o chá verde possui seis vezes mais ação antioxidante comparado ao chá preto, e oito vezes mais comparado a frutas e verduras. Ou seja, uma xícara de cafeína contém a mesma quantidade de antioxidantes encontrados em oito maçãs. Surpreendente não? Originário da China e muito conhecido por ajudar no processo de emagrecimento, o chá verde, oriundo da planta Camellia sinensis, é um forte aliado para quem desejar perder medidas. É uma bebida de muita baixa calórica, apenas 2kcal por xícara. Possui muito nutrientes como a vitamina K, ácido fólico, riboflavina, ácido ascórbico, potássio, magnésio, cobre, flúor e manganês. Por conter cafeína e catequina, o chá verde acelera o processo do metabolismo, resultando em maior gasto de energia pelo organismo, e consequente, perda de peso. A cafeína também ajuda a melhorar a concentração mental, logo ele deve ser tomado especialmente pela manhã. Os principais antioxidantes presentes são a epigalocatequina galato (EGCG), epicatequina (EC), epigalocatequina (EGC) e epicatequina 3 galato (ECG). Ajudam a proteger as células do organismo, retarda o envelhecimento celular que ajuda a ter uma pele mais saudável, combate o colesterol, previne doenças cardiovasculares e vários tipos de câncer. O mais recomendável é preparar o chá “direto da folha”, para aproveitar ao máximo todas as propriedades que ele possui. Porém, se você não tiver muito tempo disponível, a opção em cápsula também é recomendada, para isso, deve-se ter a orientação de um nutricionista pois a quantidade do ativo costuma ser bem mais alta do que nos chás, a média é de 500g por dia, de 1 a 3 vezes ao dia. A opção em saquinho também é eficiente, porém tem menos propriedades devido a retirada dos talos da planta que leva junto alguns nutrientes. É recomendável tomar entre 3 a 4 xícaras por dia, fora das refeições, pois ele dificulta a absorção de alguns nutrientes do organismo, como o cálcio e o ferro. Tomar uma quantidade exagerada do chá pode causar insônia, aumento de pressão e até gastrite, logo a moderação é fundamental. O sabor costuma não agradar o paladar, mas pode melhorar adicionando folhas de hortelã ou bater no liquidificador com frutas, como maçã e morango. Quer emagrecer com saúde, prevenir doenças e ainda de bônus ter uma pele mais bonita? Aposte no chá verde!

saiba mais
11/08/2017 15:00 por Fernanda

Segundo pesquisas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, 28% dos alimentos contém agrotóxicos em níveis insatisfatórios no Brasil. Os agrotóxicos são um tipo de inseticida utilizados para eliminar as pragas nas lavouras. Pode ser considerado um benefício para a vida útil dos alimentos, porém é um vilão para a nossa saúde. Nos agrotóxicos estão presentes excessos de metais tóxicos que o fígado não tem capacidade de metabolizar, o que acaba caindo na corrente circulatória. Esse fator aumenta a chances de desenvolver vários tipos de câncer, entre os mais comuns o de fígado, cérebro e leucemia. O ideal é consumir alimentos orgânicos que são livres de agrotóxicos. Porém, esses alimentos são mais difíceis de serem encontrados e quando são, acompanham um alto custo, sendo inacessível para as classes sociais menos favorecidas do país. Por conta disso, o recomendável é lavar os alimentos da maneira correta para eliminar a maior quantidade de agrotóxicos possível. Confira abaixo algumas dicas para lavar os alimentos da maneira correta: Pimentão e morango: são os alimentos que mais possuem agrotóxicos. Deixe-os de molho por 30 minutos em uma solução com 1 litro de água para 1 colher de bicabornato de sódio. O bicabornato de sódio é eficiente para eliminar o agrotóxico presente na casca. Em seguida, lave-os muito bem e depois consuma-os. Pepino, maça, manga e mamão: como boa parte dos agrotóxicos estão presentes na casca, apenas descasca-los já é o suficiente para retira-los. Porém, quem gosta de consumir a maçã e o pepino com a casca, é importante lavar bem em água corrente com uma espoja ou escovinha limpa. Também podem ficar de molho na solução de bicabornato de sódio. Alface, couve, repolho e cebola: as folhas que ficam na parte externa são as que mais contém agrotóxicos. Retire pelo menos uma ou duas camadas das folhas e da cebola. Depois, lave-as muito bem em água corrente por mais ou menos três minutos e deixe por meia hora na solução de bicarbonato de sódio. Em seguida, lave-as muito bem e consuma. Abacaxi e laranja: o agrotóxico normalmente fica apenas na casca, basta apenas descasca-los. Batata: infelizmente a maior parte do agrotóxico entra na polpa, porém para retirar o que fica na casca basta apenas descasca-la. Tomate: opte por tomates bem maduros, significa que contém menor quantidade de agrotóxicos do que os demais. Coloque o tomate na solução de bicarbonato de sódio por alguns minutos, lave-o bem e retire a casca. Cenoura e beterraba: lavar bastante em água corrente com uma esponja limpa ou mergulhar na solução de bicarbonato por alguns segundos, lave-os em seguida. Arroz e feijão: lavar bem em água corrente.

saiba mais
04/08/2017 15:23 por Fernanda

Uma das frutas mais queridinhas da feira, a banana, além de saborosa, é rica em triptofano, um aminoácido que aumenta a produção de serotonina, responsável pela melhora do humor. Por isso, a amarelinha é uma forte aliada na prevenção e tratamento da depressão, doença que acarreta 5,8% de pessoas no Brasil, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde. Uma característica única da banana é que ela é a única fruta que pode ser encontrada em vários tipos. Você conhece todos eles? Confira abaixo uma lista com as cinco classificações da banana: Banana-da-terra: perfeita para cozinhar e assar. Banana-prata: ideal para o preparo de vitaminas. Banana-maçã: possui polpa macia e tem fácil digestão, porém tende a deixar o intestino preso. Banana-nanica: tem leve efeito laxante. Banana-ouro: possui sabor doce e aroma agradável. Mesmo com algumas individualidades de cada um dos tipos de bananas, todas elas possuem algumas propriedades em comum, como a regulação do intestino. Em casos de prisão de ventre, é recomendado consumir a banana em estado maduro para soltar o intestino, porém não consumir a banana-maçã. Em casos de diarreia, recomenda-se consumir a banana mais verde e nesse caso optar pela banana-maçã. Outra vantagem da banana é que, devido à alta quantidade de fibras, ela diminui a saciedade, o que serve de auxílio no processo de emagrecimento. As fibras também ajudam a controlar o colesterol e prevenir o câncer intestinal. Por ser rica em magnésio que ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, a fruta ajuda na redução da pressão arterial. Também é uma ótima aliada para a prevenção de doenças pois é fonte de Vitamina C que auxilia no fortalecimento do sistema imunológico. Porém já dizia o ditado ‘tudo demais é veneno’. Em média uma banana prata possui 41kcal, logo é recomendado consumir uma vez por dia pois já é o suficiente para obter os seus benefícios e o melhor, sem engordar. Além da fruta em seu formato orgânico, você pode encontrar ela em variadas receitas de bolo integral, pão integral, recheio de crepioca e tapioca, biscoito integral, vitaminas, etc. São inúmeras as formas de se consumir a banana. Qual é a sua preferida?

saiba mais
28/07/2017 14:37 por Fernanda

A farinha de trigo, conhecida popularmente como “farinha branca”, está presente em diversos alimentos que consumimos no dia a dia: pão, biscoito, macarrão, pizza, torta e demais tipos de massas. Devido essa grande gama de alimentos, e comum consumir uma grande quantidade de farinha de trigo durante o dia sem ao menos perceber. O problema da farinha está em sua composição: pobre em nutrientes e com alto índice glicêmico. No processo de refinamento é separado o trigo, a casca e o gérmen, mantendo apenas o endosperma do grão que depois é moído. Esse processo retira uma grande parte dos nutrientes do alimento: reduz 80% porcento da quantidade de fibras, um elemento muito importante para a saúde.  A farinha de trigo refinada tem ação semelhante ao açúcar no organismo, aumentando a taxa de glicose. O consumo em excesso pode trazer complicações graves como o diabetes, obesidades e doenças crônicas. Além da falta de nutrientes, a farinha de trigo também é rica em glúten que ao ser consumido em grandes quantidades acarreta vários problemas como prisão de ventre, diarreia, gases, estufamento, gastrite, dores de cabeça, hipotireoidismo, dentre outras. Os alimentos com farinha de trigo promovem pouca saciedade, pois com a mesma rapidez que aumenta os níveis de serotonina, hormônio ligado a sensação de bem estar, ela também baixa. Isso gera uma compulsão alimentar, fazendo engordar ainda mais. Uma boa recomendação é substituir a farinha de trigo na preparação de receitas por outros tipos de farinha, como a farinha de amêndoas, de arroz negro, de trigo amaranto e em especial a farinha de trigo sarraceno que não contém glúten. Exclua a farinha de trigo do seu cardápio e promova melhor saúde para você e para a sua família!

saiba mais
10/02/2017 21:06 por Andressa

Esta proposta de treino tem se popularizado graças à promessa de emagrecimento rápido. Uma pesquisa recente mostra que fazer exercícios em jejum pode acelerar a queima de gordura. Isso ocorre porque quando estamos em jejum o corpo libera menos insulina, tornando-o menos sensível e aumentando a oportunidade de eliminar a gordura. Outro estudo publicado no Strength and Conditioning Journal realizada por um grupo de ciclistas que comiam antes de treinar e comparavam os resultados por outro grupo que faziam os mesmos exercícios, porém, em jejum. De acordo com Brad Schoenfeld, autor da pesquisa, o resultado deu diferença naqueles que treinavam em jejum, já que apresentavam cerca de 10% das calorias queimadas vindas de proteína (massa muscular). Isso ocorre porque em jejum, há liberação do hormônio cortisol, que inibe a queima de gordura quando o estômago está vazio e o corpo acaba usando a massa muscular como energia. Outra observação é que uma boa noite de sono e horários regulares de treino ajudam a aumentar do hormônio de crescimento (HGH), na construção de tecido muscular novo e contribui na melhorar da qualidade óssea e funções físicas. O sucesso dessa prática consiste na união de exercícios físicos, reeducação alimentar, sono regulado e acompanhamento profissional. Caso um desses aspectos não seja cumprido seu objetivo pode não ser alcançado. Mas atenção: essa prática não deve ser contínua ou excessiva sem que haja um médico ou nutricionista para assessorá-lo acerca da periodicidade dos treinos em jejum. Para aderir a esse tipo de treino é necessário que seu organismo se ajuste, aos poucos, à ideia de gerar esforços com baixo nível de energia. Se você estiver indisposto, pode até completar o treino, mas obviamente não será um treino de qualidade e, consequentemente, não obterá os resultados esperados. Por isso é de suma importância o acompanhamento de um profissional para lhe indicar a melhor dieta de acordo com seus objetivos, bem como para verificar sua saúde e lhe passar a confiança que você precisa para saber que está no caminho certo.  Referências http://drvitorazzini.com.br/exercicio-fisico-e-o-jejum-intermitente/ http://www.dicasdetreino.com.br/treinar-em-jejum-emagrece-mito-ou-verdade/

saiba mais
10/02/2017 21:06 por Andressa

Primeiramente é preciso compreender o que são toxinas. Toxinas são quaisquer substâncias que possam causar malefícios ao organismo, afetando o bom funcionamento do mesmo. Elas são divididas em dois tipos: endotoxinas que são internas, ou seja, são geradas pelo nosso próprio organismo e exotoxinas, que são externas e estão presentes no ar, solo, álcool, tabaco, dentre outros. Podemos citar como exemplo de endotoxina (interna) a bactéria que causa a meningite e o veneno letal de um animal, como exemplo de exotoxina (externa). É possível se proteger dessas toxinas por meio do que chamamos de desintoxicação, ou de maneira abreviada, detox. Esse processo de tratamento geralmente ocorre com o uso de medicamentos industrializados, mas existem também métodos naturais, e é aí que entram os alimentos detox! Dietas detox são alternativas que podem combater, reduzir ou prevenir os efeitos das toxinas em nosso organismo, e o melhor: de forma mais saudável em relação aos remédios tradicionais. Eles promovem uma “limpeza” no organismo eliminando as toxinas através da urina, suor e/ou fezes. Os sucos detox são os mais famosos devido à praticidade e economia que uma desintoxicação líquida oferece. Porém os mesmos ingredientes de um suco podem ser consumidos numa dieta sólida ou pastosa, e ainda assim proporcionar a mesma renovação ao organismo. Numa dieta detox exclui-se gorduras trans, farinhas e açucares refinados, glúten, leite e seus derivados. Dá-se preferência para verduras e legumes (principalmente os de cor verde escura), proteína magra, grãos, frutas e integrais. Uma dieta detox não é tão exigente. O paciente pode preparar um prato com arroz integral, lentilha, peixe, couve, brócolis, um suco de beterraba, um abacate como sobremesa e pronto: você fez uma perfeita refeição detox! Com uma boa dieta detox, além de ganhar qualidade de vida, você equilibra os hormônios, melhora o funcionamento do intestino, reduz a fome, desincha e até perde peso. Podemos destacar ainda o alívio ao fígado, que é um órgão responsável por várias funções no corpo humano e quando estamos sobrecarregados de toxinas, ele simplesmente suspende todas as atividades e dá prioridade para a eliminação dessas toxinas, nos deixando mais vulneráveis. Porém, é importante ressaltar que, para uma dieta detox realmente surtir efeito, é necessário que você receba orientação de um profissional, pois cada alimento tem um papel diferente e você precisa de uma avaliação para iniciar uma dieta detox exclusiva, de acordo com sua necessidade e objetivo.

saiba mais
10/02/2017 21:05 por Andressa

Hummm, melhor ler este texto com atenção. Você vai descobrir como a Dra. Andressa Reis, graduada em Nutrição, especialista e pós-graduada em Nutrição Esportiva, desvenda este mistério. Todos sabem que a obesidade é uma doença crônica, complexa e traz com ela várias complicações associadas. São inúmeros os motivos que levam a pessoa a ficar obesa, como sedentarismo, estresse, vícios, ansiedade, fatores genéticos, mas, principalmente, as disfunções hormonais e do fígado, estilo de vida e os hábitos alimentares. Agora, antes de definir uma dieta e corrigir seus hábitos, vamos primeiro conhecer o seu corpo e saber se você possui algum tipo de alergia alimentar. Por isso, a avaliação começa com o pedido de exames laboratoriais, entre eles, o exame de Biorressonância, que é capaz de apontar a presença de metais tóxicos no organismo, deficiências nutricionais e intolerâncias alimentares. Ele também testa 130 alérgenos, que são os agentes que causam sintomas de alergias. Estes testes são necessários por que cada indivíduo tem um sistema de absorção alimentar particular, por isso algumas pessoas ganham mais e outras menos peso comendo os mesmos alimentos. Outro fator importante é que o problema não é apenas estético, a obesidade está associada a diversos efeitos metabólicos que geram alterações na pressão sanguínea, aumento dos níveis de colesterol e triglicérides sanguíneos. Além disso, a obesidade traz complicações mais graves, como a diabetes tipo 2, favorece o aparecimento de alguns tipos de câncer e doenças do coração. Para alcançar os resultados, a nutricionista irá adotar dietas personalizadas, que ajudem no controle do apetite, que controlem as disfunções hormonais e as consequências metabólicas. Esta etapa é importante para trabalhar a manutenção ou a perda de peso a longo prazo, preservando a massa magra corporal (músculos). Por isso características individuais e seu estado de saúde serão respeitados, evitando condutas desnecessárias que possam prejudicar sua saúde e/ou o estado psicológico. Este é o objetivo da nutricionista, reprogramar seus hábitos alimentares de forma sadia, ajudar no controle do seu apetite, identificar cientificamente como seu organismo reage aos alimentos ingeridos e quais as necessidades do seu corpo para que você tenha energia e disposição para encarar sua rotina, sem a necessidade de comer mais do que o necessário.  

saiba mais
10/02/2017 20:41 por Andressa

Seja qual for o objetivo para quem quer treinar e obter resultados favoráveis ao corpo e à saúde, o principal segredo está na alimentação. Um pré treino planejado seguido de uma alimentação adequada é fundamental para fazer valer a pena todos os esforços antes, durante e depois dos exercícios.  Combinar alimentos que contém carboidratos e proteínas ajuda no ganho da massa muscular, considerando que o carboidrato evita que nosso corpo absorva a proteína contida no musculo como fonte de energia. É aconselhável uma alimentação moderada cerca de 40 minutos antes do treino para uma melhor absorção dos nutrientes, pois se exagerar na alimentação, enquanto estiver fazendo o esforço físico o oxigênio é desviado do estômago em digestão para os músculos que estão em atividade, o que pode causar ânsia de vômito, tontura e mal-estar.  A alimentação pré-treino é importante porque dá ânimo, não deixa cansada e auxilia para se ter um bom empenho nos treinos aeróbicos e de força física. Por isso é muito importante o acompanhamento do seu nutricionista para fazer um acompanhamento de perto do seu desempenho, colaborando com sua evolução de maneira segura e adequada para que atinja seus principais objetivos e aproveite dos benefícios de ter uma vida saudável.  Os alimentos mais recomendados para o pré-treino são os chamados “carboidratos complexos” que são digeridos mais lentamente pelo organismo e possuem baixo nível glicêmico. Dentre os mais recomendados estão:   Arroz integral (100g); – 111 calorias -0,9g gorduras totais - 0% Colesterol - Sódio 5mg - Potássio 43mg - Carboidratos 23g - Fibra alimentar 1,8mg -Açúcar 0,4g - Proteínas 2,6g - Cálcio 10mg - Ferro 0,4 mg - Vitamina B6 0,1mg - Magnésio 43mg   Batata Doce (100mg); - 86 calorias - Gorduras totais 0,1mg - Colesterol 0% - Sódio 55mg - Potássio 337mg - Carboidratos 20g - Fibra alimentar 3g - Açúcar 4,2 g - Proteínas 1,6g - Vitamina A 14.187 IU - Cálcio 30mg - Vitamina C 2,4mg - Ferro 0,6mg - Vitamina B6 0,2mg - Magnésio 25mg   Salada de frutas(100mg); - 50 Calorias - Gorduras totais 0g - Colesterol 0g - Sódio 5mg - Potássio 116mg - Carboidratos 13g - Fibra alimentar 1g - Proteínas 0,5g - Vitamina A 600 IU - Cálcio 11mg - Vitamina C 3,3mg - Ferro 0,3 mg - Magnésio 8mg   Açaí (100mg); *consumir acompanhado de grãos como linhaça dourada, granóla, quinoa real ou aveia. - 247 Calorias - Gorduras totais 12,2g - Potássio 124mg - Carboidratos 36,6g - Fibra alimentar 2,6g - Proteínas 0,5g - Vitamina B1 360 MCG - Cálcio 118mg - Vitamina C 17,0mg - Ferro 11,8 mg - Magnésio 8mg - Fosforo 0,5mg   Pão integral (100mg); - 293 Calorias - Gorduras totais 3,3g - Colesterol 1mg - Potássio 285mg - Carboidratos 54g - Fibra alimentar 2,3g - Proteínas 11g - Açúcar 4,1g - Vitamina A 4IU - Cálcio 100mg - Vitamina C 0,3mg - Ferro 3,9 mg - Magnésio 38mg - Vitamina B6 0,1mg  

saiba mais


O que está esperando?

Agende agora sua consulta





Saiba porque somos os melhores no que fazemos. Experimente algo diferente.

Já tentou diversas dietas e métodos diferentes, e nada adiantou ? Não alcançou o resultado desejado ? Chegou a hora de experimentar algo totalmente diferente. Saiba porque a Dra. Andressa Reis consegue atingir os objetivos de todos os seus pacientes.

Graduada em Nutrição

Graduada há 10 anos pela Universidade Paulista.

Pós Graduada em Nutrição Esportiva

Pós graduada pela Universidade São Camilo com participação ativa em congressos e cursos da área da Nutrição.

10 anos de experiência

Mais de 10 anos de experiência em atendimento corporativo e em consultórios .
CRN3 24.921

Emagrecimento e Obesidade

Especialista em Sobrepeso e Obesidade grau I II, III.

Palestrante

Realiza Palestras explicativas sobre seus métodos e temas como Emagrecimento e Obesidade.

Atendimento Corporativo

Identificamos e ajudamos a melhorar o desempenho e a qualidade de vida de seus Funcionários.



O Alimento da semana é:

Sorghum bicolor
Sorgo

O grão chamado sorgo pode substituir o trigo, um grão nutritivo, funcional que tem origem na África e parte da Ásia. O Sorgo possui nutriente e vitaminas como a Niacina, Riboflavina e Tiamina, bem como altos níveis de Magnésio, Ferro, Cobre, Cálcio, Fósforo e Potássio e uma quantidade muito significativa de fibra dietética (48% da dose recomendada por dia), este ajudando o intestino a trabalhar regularmente.


R$ 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 , 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0

PREÇO (100g)


0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0

CALORIAS


0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 , 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 g

GORDURAS TOTAIS


0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 , 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 g

PROTEINAS

Instagram

Seguir

Facebook